Translate

Um dia como Modelo by Itcha Silva


E cá estou eu para partilhar neste meu «diário» algo com vocês que eu adoro de coração! Ser modelo por um dia e sempre que essa oportunidade me bater à porta! Eu desde pequena que brincava aos desfiles no corredor lá de casa, imaginava-me na maior e mais comprida passarela do mundo a caminhar pé ante pé até uma explosão de holofotes dos fotógrafos na sala! 
Como eram tão bons esses tempos e como é tão bom voltar a sentir essa emoção, basta fechar os olhos e voltar a ser criança.



Com dezasseis anos, tirei um curso de modelo e valorização pessoal e aprendi não só a gostar mais de mim, mas também a desfilar em publico e a representar vários estados conforme as roupas e aquilo que o estilista quer transmitir com a passagem. Desfilei em discotecas e em hotéis, claro que nunca foi uma Moda Lisboa, nem um Portugal Fashion, mas era algo que fazia parte dos meus sonhos, do meu imaginário, da minha fantasia e sonhos de criança....



Desta forma e como nunca fui completamente magra para modelo, nem tenho a altura ideal para ser uma manequim profissional, o sonho de ser modelo e desfilar pelo mundo foi por agua à baixo...

Mas já que não pode ser uma profissão que seja um gosto, sempre que eu tiver essa oportunidade e me convidarem para tal...



Quero então partilhar com vocês  um desfile onde eu fui modelo por um dia e vivi um dia de sonho...voltei a ser aquela menina que sonhava em pisar a passarela mais comprida do mundo...

Não foi a mais comprida do mundo mas a essência com que a pisei estava lá, aprendi que na vida não conta a quantidade, a dimensão das coisas ou o numero de pessoas presentes, o que conta é fazer as coisas de coração, com amor, onde o sonho que nos mova esteja sempre presente.



Se o nosso coração vibrar com aquilo que fazemos, podemos ter uma pessoa a ver como cinquenta mil, porque a essência que nos move é a mesma, e cada pessoa merece sentir aquilo que temos para lhe mostrar de mais puro. 
Amor...










  
Um agradecimento especial ao meu querido amigo João Ramos, um ser humano fantástico e um fotografo sem igual! 

Sigam a sua página tem trabalhos maravilhosos:


Não podia deixar de agradecer à querida e talentosa Estilista Itcha Silva, adorei desfilar as suas magnificas roupas, super coloridas e bem na moda. Recomendo! Um talento a desbravar caminho na moda...

Para seguirem o seu trabalho por favor seguirem aqui:


Obrigada universo por tudo que me dás e pelas pessoas maravilhosas que passam na minha vida! Sou abençoada!

Para trabalhos: margaridaprimeiravez@gmail.com 

O Gato Bailarino...Com Fernando Santos o Candyboy22...


Meus amores Fernando Santos é o meu novo gato da nossa/vossa Rubrica, «Os Meus Gatos»! E digam lá se ele não tem mesmo ar fazer «Miau Miau» quando acorda? Eu sou suspeita para falar dele pois somos amigos e digo de coração que é um orgulho e uma honra puder privar com a sua amizade, alegria, energia e sorrisão aberto para a vida e para o universo! Ele cativa e inspira não só aos olhos mas também ao coração!

Venham dai conhecer mais desde menino cheio de doce por dentro e por fora... 

Raio X

Nome: Fernando Santos (candyboy) 
Data Nascimento: 20/05/1992
Naturalidade: Brasil 
Profissão: Embalador e Bailarino
Instagram: Candyboy22


Margarida Menezes: Como te defines como pessoa?

Fernando Santos: Sou amigo, faço tudo por um amigo mas só até ao ponto de saber que não sou mais importante para a pessoa. Sou calmo, sincero (até de mais às vezes). 

Uma palavra que "encaixa" comigo é, Versátil, sou bom a desenrascar coisas. 


Margarida Menezes:  Como bailarino, estás constantemente a ser admirado/observado. Gostas mais do assédio com palavras ou com olhares e porquê?

Fernando Santos: Olhares sem dúvida, é mais sensual e me chama mais a atenção. 

Margarida Menezes:  O que que te fascina e cativa mais na paixão/amor?

Fernando Santos: A atracão, é tão forte e sabe tão bem, aquela vontade de estar com a pessoa e pensar constante nela. 

Eu vivo para o amor, sem dúvidas



Margarida Menezes: Quais os teus objectivos de futuro?

Fernando Santos: Gostava de ser ator, acho que tenho jeito. Sou uma caixinha de surpresas e não penso muito no futuro, estou a viver o hoje. 

Margarida Menezes: Quando mais gostas de fazer «ron ron»?

Fernando Santos: Não há horas, gosto sempre quando há oportunidades com a pessoas que mais gosto.


© Margarida Menezes - 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: Profissão: Rosa. Tecnologia do Blogger. imagem-logo